Máximo do trânsito triplo das sombras - 04:06 - as três sombras podem ser vistas no disco do planeta Júpiter.

Tudo Que Você Precisa Saber Sobre o Raro Fenômeno do Trânsito Triplo das Sombras das Luas de Júpiter

Space Today
23 jan 2015

transito_triplo_01

observatory_150105Observe o céu sempre, perca noites de sono, batalhe com nuvens e com a chuva, mas persista, um dia você será recompensado, e eu torço para que esse dia seja sábado, dia 24 de Janeiro de 2015, a partir da 1 da manhã, ou seja, como todo mundo conhece a madrugada de sexta para sábado.

Nesse dia, um dos eventos mais únicos do nosso sistema solar acontecerá, quando as sombras de três luas de Júpiter atravessarem o disco do planeta de maneira simultânea, no que é chamado de um trânsito triplo.

Mas por que esse evento é tão raro? Bem, Jean Meeus, calculou 31 trânsitos triplos envolvendo as luas ou suas sombras no intervalo de tempo de 60 anos, entre 1981 e 2040.

transito_triplo_02

Porém, desses 31, nem todos são favoráveis como o que acontecerá nesse final de semana. Primeiro, Júpiter caminha para sua oposição no próximo mês, ou seja, ele estará brilhante no céu e bem posicionado também, proporcionando uma bela aparição, outro fato interessante e bom, é que será uma noite sem Lua, o que deixará Júpiter ainda mais brilhante. Dos 31 eventos mencionados, somente 9, contudo são trânsitos triplos de luas de Júpiter. E outra coisa, se você perder esse evento, terá que esperar até 20 de Março de 2032 para o próximo trânsito triplo de luas no Gigante Gasoso.

transito_triplo_03

Os momentos chaves quando as três luas podem ser vistas cruzando o disco de Júpiter acontecerão na madrugada de sexta para sábado, dia 24 de Janeiro de 2015, começando (horário do Rio de Janeiro) às 03:52 quando a sombra da lua Europa entra no disco de Júpiter até as 04:18 quando a sombra da lua Io deixa o disco do planeta. O trânsito triplo durará pouco menos de 30 minutos, o que é muito rápido se pensarmos que a rotação completa do disco de Júpiter leva cerca de 10 horas. O fenômeno seria ainda mais épico se a Grande Mancha Vermelha também estivesse visível no disco no mesmo momento do trânsito, mas infelizmente isso não irá acontecer, a mancha estará surgindo no disco depois que o evento já estiver terminado.

As luas envolvidas no evento desse final de semana são Io, Calisto e Europa. Agora posso até imaginar o que você está pensando. Ver 3 luas cruzando o disco de Júpiter é algo espetacular, e ver 4, é possível? A resposta rápida é não, e a razão para isso é o que chamamos de ressonância orbital.

transito_triplo_04

As três Luas Galileanas, mais internas de Júpiter, a saber, Io, Europa e Ganimedes, estão travadas numa ressonância 4:2:1. Infelizmente, essa ressonância garante que você sempre pode ver duas das três luas mais internas cruzando o disco, mas nunca as três de uma vez.

Para completar o trânsito triplo, a lua mais externa, Calisto, precisa entrar na jogada. O problema é, Calisto é a única Lua Galileana que pode errar o disco de Júpiter desde a nossa linha de visada. Nós estamos numa época de sorte, chamada de Estação dos Trânsitos de Calisto, um período que vai se estender até Julho de 2016.

transito_triplo_06

Talvez, um dia, quem sabe, uma agência de turismo espacial ofereça uma viagem para um ponto imaginário na superfície de uma das luas de Júpiter, como Calisto de onde você possa acompanhar um trânsito triplo bem de perto.

Júpiter atualmente está nascendo por volta das 20:45 (hora do Rio de Janeiro), logo depois do Sol se pôr. Ele está bem localizado na constelação de Leão.

Um fato interessante, olhe bem de perto para o trânsito, se você tiver a oportunidade e verá que as sombras geradas pelas luas aparecem de forma diferente na ocular do seu telescópio. Isso é muito legal de notar, já que durante o trânsito será possível ver que nem todas as sombras das luas Jovianas são criadas de maneira igual. A distante Calisto, por exemplo, gera uma sombra larga, com uma tonalidade cinza e um anel difuso, enquanto que a sombra de Io parece mais como um buraco negro no disco do planeta.

Outros mistérios e fatos curiosos sobre as Luas Galileanas ainda persistem. Por que os observadores no final do século 19, as descreviam como uma forma de ovo? Podem observadores aqui da Terra observarem fenômenos elusivos como erupções em Io medindo sua anomalia de brilho? E você sabia que com uma câmera tipo webcam é possível fazer imagens que mostram até detalhes da superfície das luas?

transito_triplo_05

Observar e imagear o trânsito da sombra de uma lua de Júpiter não é algo muito complicado. Com um equipamento não muito sofisticado você já pode conseguir resultados surpreendentes. Mas é claro que ao aplicar técnicas de processamento e de captura você consegue imagens fantásticas!!!

As luas e o próprio Júpiter podem também gerar sombra fora de um dos lados do planeta dependendo da nossa posição. Nós chamamos o ponto em que Júpiter está a 90 graus a leste ou a oeste do Sol de quadratura, e o ponto onde nasce e põe do lado oposto ao do Sol de oposição. A oposição Júpiter acontecerá no dia 6 de Fevereiro de 2015. Durante a oposição, Júpiter e suas luas gerarão suas sombras quase que em linha reta.

Outra curiosidade sobre trânsitos de luas de Júpiter. A velocidade da luz foi pela primeira vez deduzida por um astrônomo dinamarquês, chamado Ole Romer em 1671, usando a discrepância notada enquanto ele previa fenômenos das luas Galileanas que ocorreriam na quadratura e na oposição. Existiu também uma ideia de se usar a posição da luas Galileanas para informar a hora no mar, mas se já é difícil ver as luas e suas sombras na terra com um pequeno telescópio, imagine num barco, sozinho e no meio do oceano.

Galileansatellites

Falando ainda de eventos múltiplos em Júpiter, nós atualmente estamos passando por uma estação onde é possível ver as luas de Júpiter eclipsando umas as outras e ocultando umas as outras. Ou seja, Júpiter é realmente um sistema muito ativo e muito interessante de se observar e estudar.

Tão interessante que a sonda Juno da NASA está viajando em sua direção. A sonda deve entrar na órbita do Gigante Gasoso, se tudo correr como o planejado em Julho de 2016.

Resumindo, é uma bela época para explorar o sistema Joviano, comece agora, e não perca o trânsito triplo desse final de semana. Se você fizer fotos ou imagens nos mande.

Abaixo – Os Momento do Trânsito Triplo (Horário da Cidade do Rio de Janeiro)

Aspecto do céu do Rio de Janeiro no momento do início do trânsito triplo das sombras das luas de Júpiter (00:29 24/01/2015).

Aspecto do céu do Rio de Janeiro no momento do início do trânsito triplo das sombras das luas de Júpiter (00:29 24/01/2015).

Início do trânsito triplo (00:29) - Sombra de Io começa a transitar o disco de Júpiter.

Início do trânsito triplo (00:29) – Sombra de Io começa a transitar o disco de Júpiter.

01:57 - Sombra da lua Calisto começa a transitar o disco de Júpiter.

01:57 – Sombra da lua Calisto começa a transitar o disco de Júpiter.

03:52 - Inicio do trânsito triplo, sombra da lua Europa começa a transitar o disco de Júpiter.

03:52 – Inicio do trânsito triplo, sombra da lua Europa começa a transitar o disco de Júpiter.

Máximo do trânsito triplo das sombras - 04:06 - as três sombras podem ser vistas no disco do planeta Júpiter.

Máximo do trânsito triplo das sombras – 04:06 – as três sombras podem ser vistas no disco do planeta Júpiter.

04:18 - Fim do trânsito triplo, a sombra de Io emerge do disco de Júpiter.

04:18 – Fim do trânsito triplo, a sombra de Io emerge do disco de Júpiter.

05:29 - A sombra de Calisto emerge do disco do planeta Júpiter. Por volta das 06:40 (já de dia) a sombra de Europa emerge do disco de Júpiter.

05:29 – A sombra de Calisto emerge do disco do planeta Júpiter. Por volta das 06:40 (já de dia) a sombra de Europa emerge do disco de Júpiter.

Fonte:

http://www.universetoday.com/118147/rare-triple-transit-therell-be-3-moon-shadows-on-jupiter-on-january-24th-2015/

alma_modificado_rodape105

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários