15-018_0

O Momento Pelo Qual Todos Esperavam – Novas Imagens de Plutão Feitas Pela New Horizons Comemoram o Aniversário de Clyde Tombaugh

Space Today
5 fev 2015

15-018_0

observatory_1501051A sonda New Horizons da NASA enviou para a Terra suas primeiras novas imagens feitas de Plutão, nessa última quarta-feira, dia 4 de Fevereiro de 2015, enquanto a sonda se aproxima do Planeta Anão. Embora ainda apareça como um ponto junto com sua maior lua, Caronte, as imagens chegaram no dia da comemoração, dos 109 anos de nascimento de Clyde Tombaugh, que descobriu esse distante mundo congelado em 1930.

“Meu pai ficaria muito feliz de acompanhar a New Horizons”, disse a filha de Clyde Tombaugh, Annette Tombaugh, de Las Cruces, Novo México. “Para ver de verdade o planeta que ele descobriu, e descobrir que ali ainda tinha mais coisas – como ver as luas de Plutão – ele teria ficado maravilhado. Eu tenho certeza que significaria muito para ele se ele ainda estivesse vivo no dia de hoje”.

A New Horiozons estava a mais de 203 milhões de quil6ometros de Plutão quando começou a fazer as imagens. As novas imagens, feitas com o instrumento telescópico da New horizons, chamado Long-Range Reconnaissance Imager, ou LORRI, foram obtidas nos dias 25 e 27 de Janeiro de 2015, e são as primeiras adquiridas pela sonda durante o ano de 2015 que marcará a sua aproximação do planeta anão e que terá seu grande momento no dia 14 de Julho quando a sonda sobrevoará Plutão.

“Esse é o nosso tributo ao Professor Tombaugh, e a sua família, em honra da sua descobertas e de todas as realizações que fez em vida – que verdadeiramente revolucionaram a astronomia planetária do século 21”, disse Alan Stern, principal pesquisador da sonda New Horizons, no Southwest Research Institute (SwRI), em Boulder, no Colorado. “Essas imagens de Plutão, claramente mais brilhantes e mais próximas do que aquelas feitas pela New Horizons em Julho de 2014 de uma distância equivalente ao dobro que ela está agora, representam nossos primeiros passos em apontar a sonda para o ponto de luz que Clyde descobriu em seus telescópios no Observatório Lowell a 85 anos atrás, antes de passarmos bem perto desse distante mundo daqui a poucos meses”.

Durante os próximos meses, o LORRI fará centenas de imagens de Plutão contra o fundo estrelado, para que a equipe de astrônomos possa refinar a estimativa da distância até Plutão. Como nessas primeiras imagens, o sistema de Plutão lembrará pouco mais do que um ponto de luz no campo de visão da câmera, até o final de Junho. Contudo, a equipe que cuida da navegação da sonda, pode ainda usar essas imagens para desenhar correções no curso e manobras de motor, caso seja necessário para redirecionar a sonda com mais precisão. A primeira manobra desse tipo, com base nas imagens ópticas de navegação está programada para acontecer no dia 10 de Março de 2015.

20150204_outputs_0204_BW3_FINAL

“Plutão está finalmente tornando-se mais do que um ponto de luz”, disse Hal Weaver, cientista de projeto da New Horizons no Johns Hopkins University Applied Physics Laboratory, em Laurel, Maryland. “O LORRI já consegue resolver Plutão, e o planeta anão continuará a ficar cada vez mais brilhante e maior nas imagens da New Horizons. As novas imagens feitas pelo LORRI também demonstram que a performance da câmera não se alterou desde que ela foi lançada a mais de 10 anos atrás”.

A sonda New Horizons se aproxima de Plutão a uma velocidade de 31000 milhas por hora, e já cobriu mais de 3 bilhões de milhas desde que foi lançada em 19 de Janeiro de 2006. Sua jornada fez com que ela passasse pela órbita de cada planeta, de Marte até Netuno, em tempo recorde, e ela se encontra agora nos primeiros estágios do processo de se encontrar com Plutão , onde fará imagens de longa distância, medidas do vento energético do Sol e medidas para caracterizar o ambiente de Plutão.

“Os EUA têm liderado a exploração dos planetas e continuará a fazer isso com a New Horizons”, disse Curt Niebur, cientista de programa da New Horizons na sede da NASA em Washington. “Essa missão obterá imagens para que possamos mapear Plutão e suas luas melhor do que já se foi feito por qualquer outa missão planetária”.

O APL gerencia a missão da New Horizons para o Science Mission Directorate da NASA em Washington. Alan Stern, do SwRI, é o principal pesquisador e lidera a missão. O SwRI lidera a equipe científica, as operações da sonda e o planejamento científico do encontro da sonda com Plutão. A New Horizons faz parte do New Frontiers Program, gerenciado pelo Marshall Space Flight Center da NASA em Huntsville, no Alabama. O APL desenhou, construiu e opera a sonda.

Para ver as novas imagens de Plutão online e acompanhar o timeline da missão, visitem:

http://www.nasa.gov/newhorizons

e

http://pluto.jhuapl.edu

20150204_OpNav2_Press_miles_sm

Fonte:

http://www.nasa.gov/press/2015/february/nasa-spacecraft-returns-new-images-of-pluto-en-route-to-historic-encounter/index.html#.VNNCRkIrfdk

alma_modificado_rodape1051

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários