Radar_Venus_NRAO_940x400

Imagens de Alta Resolução Feitas Por Radar da Terra Revelam Detalhes Surpreendentes do Planeta Vênus

Space Today
10 mar 2015

Radar_Venus_NRAO_940x400

observatory_150105Quando observada da Terra com telescópios ópticos, a superfície de Vênus é coberta por uma espessa camada de nuvens feitas, na sua maioria de dióxido de carbono. Para penetrar por esse véu, sondas da NASA como a Magellan, usaram radar para revelar feições em destaque desse planeta, como montanhas, crateras e vulcões.

Recentemente, combinando as capacidades altamente sensíveis do Green Bank Telescope (GBT) da National Science Foundation (NSF) e do poderoso transmissor de radar no Observatório de Arecibo, os astrônomos foram capazes de fazer imagens detalhadas da superfície desse planeta sem deixar a Terra.

Os sinais de radar do Arecibo passaram através tanto da atmosfera do nosso planeta como da atmosfera de Vênus, onde eles atingiram a superfície e foram enviados de volta e recebidos pelo GBT num processo conhecido como radar biestático.

Essa capacidade é essencial para estudar não somente a superfície como ela é hoje, mas também para monitorar suas mudanças. Comparando as imagens feitas em diferentes períodos de tempo, os cientistas esperam eventualmente detectar sinais de vulcanismo ativo, ou de outros processos geológicos dinâmicos que poderiam revelar pistas sobre a história geológica de Vênus e das condições em subsuperfície.

Radar_Venus_NRAO_1114x1118

Imagens de radar de alta resolução de Vênus foram obtidas pela primeira vez pelo Arecibo em 1988 e mais recentemente pelo Arecibo e GBT em 2012, com uma cobertura adicional realizada no início dos anos 2000 pelo Lynn Carter do Goddard Spaceflight Center da NASA em Greenbelt, Md. As primeiras dessas observações fizeram parte do experimento científico de comissionamento do GBT.

“É um trabalha árduo comparar imagens de radar buscando por evidências de mudanças, mas o trabalho está em andamento. Desse modo, combinando as imagens dessa observação com outros períodos anteriores, uma série de ideias sobre outros processos que alteram a superfície de Vênus estão aparecendo”, disse Bruce Campbell, cientista sênior com o Center for Earth and Planetary Studies no Smithsonian’s National Air and Space Museum, em Washington, D.C. Um artigo discutindo a comparação entre essas duas observações foi aceito para publicação na revista Icarus.

O Green Bank Telescope de 100 metros é o maior rádio telescópio do mundo em ação. Sua localização no National Radio Quiet Zone e o West Virginia Radio Astronomy Zone, protege o telescópio incrivelmente sensível das interferências de rádio indesejadas, permitindo que ele possa realizar essas observações únicas.

Fonte:

http://astronomynow.com/2015/03/10/venus-revealed-in-high-resolution-radar-images-from-earth/

alma_modificado_rodape105

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários