As Montanhas Thaumasia Preservam a História Tectônica de Marte

Space Today
10 ago 2017

Users who have LIKED this post:

  • avatar

Uma antiga cadeia de montanhas em Marte preserva um passado vulcânico e tectônico complexo impressos com sinais de interações com a água e com o gelo.

As imagens feitas no dia 9 de Abril de 2017 pela câmera estereográfica de alta resolução da sonda Mars Express da ESA, mostram as montanhas Thaumasia e a Coracis Fossae, que localizam-se na parte sul da gigantesca Solis Planum, um enorme platô vulcânico existente em Marte.

A região toda localiza-se ao sul do vasto sistema de cânions de Valles Marineris e dos enormes vulcões da região de Tharsis e está fortemente ligada com a tensão tectônica que dominava a região no período de sua formação a mais de 3.5 bilhões de anos atrás.

Enquanto os vulcões de Tharsis iam se enchendo de magma durante o primeiro bilhão de anos do planeta, a crosta ao redor foi sendo esticada, e se rompeu, colapsando em vales. Enquanto que o Valles Marineris, é sem dúvida alguma o resultado mais extremos dessa tensão, os efeitos foram sentidos a milhares de quilômetros de distância, como observado na região de Coracis Fossae. As imagens mostram bem isso, apresentando as falhas cortando a região de norte a sul quase que paralelas.

Estruturas tectônicas como essas podem controlar o movimento do magma, aquecer a água na subsuperfície, levando a uma atividade hidrotermal e a produção de minerais.

Depósitos claros, que podem minerais argilosos formados na presença de água, se destacam na parte direita da região, no anel da grande cratera ali presente. Depósitos similares foram identificados nas proximidades da Cratera Lampland.

Existem também evidências para a formação do vale pela erosão por água em subsuperfície e na superfície ocorrendo ao mesmo tempo, quando a atividade tectônica moldava a paisagem. A erosão baseada em água significa que os vales foram parcialmente enterrados e altamente modificados.

A região foi posteriormente modificada por processos glaciais, vistos nos padrões lineares de fluxo principalmente nos assoalhos planos das grandes crateras.

Como um representante das antigas terras altas de Marte, essa região guarda uma grande quantidade de informações sobre a história geológica do Planeta Vermelho.

Fonte:

http://www.esa.int/Our_Activities/Space_Science/Mars_Express/Preserving_the_stress_of_volcanic_uprise_on_Mars

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.