sally_ride

A Bela Homenagem do Doodle do Google a Sally Ride – A Primeira Americana no Espaço

Space Today
26 maio 2015

Users who have LIKED this post:

  • avatar

sally_ride

No dia 26 de maio de 1951, um sábado, nascia em Los Angeles a primeira americana a ir ao espaço, Sally Kristen Ride.

Sally Ride foi primeira mulher norte-americana a ir ao espaço e a terceira mulher a ir ao espaço, depois as soviéticas Valentina Tereshkova (1963) e Svetlana Savitskaya (1982).

Na infância e adolescência além de ser interessada por ciência, era um jogadora de tênis classificada no ranking nacional.

Sally cursou a Swarthmore College, fez cursos de física na UCLA e depois entrou Universidade de Stanford, graduando-se em bacharel de Inglês e física.

unnamed

Em Stanford, Sally fez pós-graduação, conseguindo os títulos de mestrado e doutorado em física ao fazer pesquisa sobre a interação de raios-X com o meio interestelar.

Foi uma das 8 mil mulheres que responderam a um anúncio da NASA, para selecionar o primeiro grupo de astronautas femininas do programa espacial norte-americano em 1978. Selecionada, com mais cinco mulheres, Sally completou o curso de qualificação em agosto do ano seguinte.

Como parte de seu aprendizado, atuou como CAPCOM (o comunicador com a tripulação da nave e o comando em Houston) na segunda e terceira missões do ônibus espacial STS-2 e STS-3, e ajudou a desenvolver o braço robótico canadense, acoplado no ônibus espacial para resgatar satélites no espaço.

Sally Ride casou com o colega astronauta Steven Alan Hawley , em 1982. O casal se divorciou em 1987.

unnamed2

Em 18 de junho de 1983, com 32 anos de idade, Sally Ride entrou para a história como a primeira americana a ir ao espaço, como integrante da tripulação da Challenger na função de especialista de missão. A missão STS-7 colocou em órbita os satélites de comunicação Anik C2 para Telesat do Canadá , e o Palapa B1 para Indonésia. A tripulação realizou o primeiro resgate de satélite no espaço, com Sally operando o braço robótico e recuperando o satélite SPAS-1.

A missão STS-7 foi a maior tripulação a voar em uma nave espacial até aquele momento, com 5 astronautas.

A missão STS-7 estava programada para fazer o primeiro pouso no Centro Espacial Kennedy, no entanto, o clima inaceitável forçou a mudança para o pouso na Base Aérea de Edwards.

No dia 24 de junho de 1983, após 6 dias no espaço, e 97 orbitas, o ônibus espacial Columbia pousou na Base Aérea de Edwards e Sally Ride entra para a história espacial.

unnamed5

“A única coisa que eu vou lembrar mais sobre o voo é que foi divertido”, disse Sally.

Sally voltou ao espaço no dia 5 de outubro de 1984, na missão STS 41-G, sendo a décima-terceira missão de um ônibus espacial e o sexto vôo da Challenger.

Foi a primeira vez em que a tripulação de um ônibus espacial era composta de sete integrantes e a primeira vez que duas mulheres foram ao espaço na mesma missão.

Nesta missão, sua colega, a astronauta Sullivan se tornou a primeira mulher e realizar uma caminhada espacial, demonstrando o Sistema de Reabastecimento Orbital (ORS) e provando a viabilidade de reabastecer satélites em órbita.

A missão durou 8 dias e a Challenger orbitou a Terra 132 vezes. A missão STS-41-G fez o segundo pouso no Centro Espacial Kennedy. Ao final do segundo vôo espacial, Sally passou a acumular 343 horas de permanência no espaço.

unnamed4

Ela treinava para uma terceira missão quando ocorreu o acidente que destruiu a Challenger em janeiro de 1986. O acidente matou sua colega de turma, Judith Resnik, e paralisando o programa espacial americano por quase três anos, impedindo Sally e outros astronautas de ir ao espaço. Estava designada para a tripulação da missão STS 61-M.

Sally foi uma das investigadoras do acidente do ônibus espacial Challenger.

Em agosto de 1987, Sally deixou a NASA, mas continuou conectada ao espaço e ao mundo acadêmico. Em 1989, ela tornou-se professora de física na Universidade da Califórnia, em San Diego , e diretora do Instituto Espacial da Califórnia.

Durante meados dos anos 1990 até sua morte, Sally liderou os esforços de sensibilização do público com projetos em colaboração com Jet Propulsion Laboratory da NASA e Universidade da Califórnia de San Diego, que permitiram a alunos do ensino médio estudar as imagens da Terra e da Lua.

Mais tarde, em 2001, fundou sua própria empresa para divulgar a ciência, a tecnologia, a matemática e a engenharia entre os jovens, especialmente entre as meninas.

Em 2003, Sally foi convidada novamente para fazer parte das investigações do acidente do ônibus espacial Columbia, tornando-se a única astronauta a participar das duas investigações.

Sally também era escritora e escreveu livros sobre o espaço destinado às crianças, com o objetivo de incentivar as crianças a estudar ciência.

unnamed3

Sally também iniciou e dirigiu projetos financiados pela NASA pedagógicos destinados a alimentar o fascínio dos estudantes do ensino médio com ciência, incluindo EarthKAM e MoonKAM GRAIL.

Sally recebeu inúmeras homenagens e prêmios. Ela foi incluída no Hall Nacional das Mulheres da Fama, no Salão Califórnia of Fame, o Hall de Aviação da Fama, e ao Astronaut Hall of Fame, e ela recebeu o Prêmio de Jefferson para o Serviço Público, o Prêmio Von Braun, a Águia de Lindbergh, e Theodore da NCAA do Prêmio Roosevelt. Ela foi duas vezes premiado com o Nasa Medalha de Vôo Espacial.

Em 2012, Sally foi homenageada com o Space Grant National Distinguished Service Award.

Sally Kristen Ride faleceu em 23 de julho de 2012 com a idade de 61 anos, após uma batalha contra o câncer de pâncreas.

Após a morte, seu obituário revelou que Sally vivia com uma parceira, Tam Elizabeth O’Shaughnessy. Ela é co-autora de vários livros com Sally Ride.

Seu relacionamento foi confirmado pela sua irmã do que também afirmou que Sally sempre optou por manter sua vida pessoal privada, incluindo a sua doença e tratamentos.

Com isso Sally Ride é a primeira pessoa a ter ido ao espaço e depois ter convivido com uma pessoa do mesmo sexo.

Sally co-escreveu sete livros de ciências para crianças

To Space and Back (com Sue Oakie); and Voyager; The Third Planet; The Mystery of Mars; Exploring Our Solar System; Mission Planet Earth; and Mission Save the Planet (todos com sua companheira Tam).

No dia de sua morte, a NASA ressaltou em comunicado que Sally Ride “rompeu a barreira do gênero há 29 anos, quando chegou ao espaço a bordo da nave espacial Challenger para se transformar na primeira mulher americana no espaço”.

“A nação perdeu uma de seus melhores líderes, professores e exploradores”, lamentou o administrador da Nasa, Charles Bolden.

“Sally foi uma heroína nacional e um modelo a seguir”, afirmou em comunicado o presidente dos EUA, Barack Obama, que lembrou que a astronauta “inspirou uma geração de jovens meninas a alcançar as estrelas, e mais tarde lutou incansavelmente para ajudá-las”.

No dia 26 de maio de 2015, um doodle Google a homenageou:

https://youtu.be/AvfpnyRW8Io

Retrato por Christopher Paluso

Fonte:

https://www.facebook.com/pages/Calendário-de-Efemérides/1448060945415838?fref=photo

 

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários