Um Anel de Buracos Negros Ao Redor de Uma Galáxia – Space Today TV Ep.1447

Space Today
7 set 2018

——————————————————————–

**** CONHEÇA A LOJA OFICIAL DO SPACE TODAY!

http://www2.spacetodaystore.com

Camisetas, e muitos produtos para vocês. Visite!

——————————————————————————-

Para fazer parte do seleto grupo dos apoiadores!!!

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

—————————————————————————–

Galáxias se chocam e se fundem no universo, isso é algo que já sabemos e os astrônomos estudam isso já faz um tempo.

Mas qual pode ser a consequência da interação entre duas galáxias?

É isso que uma nova imagem feita pelo Observatório Espacial de Raios-X Chandra, da NASA tenta mostrar.

A galáxia que estamos falando se chama AM 0644 e está localizada a 300 milhões de anos-luz da Terra.

Em algum momento na sua história, outra galáxia interagiu gravitacionalmente com a AM 0644, nessa interação ela gerou ondulações no gás da galáxia, essas ondulações então se expandiram e produziram o ano de gás ao redor da galáxia.

Isso por si só já é impressionante.

Mas a história não para por aí.

Tudo isso levou à formação de novas estrelas, estrelas massivas e que vivem pouco tempo.

Além disso terminam suas vidas em explosões de supernovas e o que resta é um buraco negro ou uma estrela de nêutrons.

Alguns desses objetos, possuem companheiros cósmicos, e começam a sugar material desse companheiro.

Nesse processo, esse material sugado forma um disco ao redor do buraco negro, que é aquecido pela fricção e então começa a emitir uma grande quantidade de raios-X.

E são essas emissões que o Chandra consegue detectar, e que pontuam o anel ao redor da galáxia.

Essas fontes de raios-X são ainda classificadas como Fontes de Raios-X Ultraluminosas, como o nome mesmo já diz fontes que emitem uma quantidade imensa de raios-X.

Essas ULXs são ainda misteriosas, podem ser formadas por buracos negros de massa estelar, por estrelas de nêutrons e até mesmo por buracos negros de massa intermediária, no caso da AM0644, os astrônomos ainda não sabem dizer.

Nessa nova imagem do Chandra, nem todas as fontes de raios-X foram detectadas na AM0644, existe uma fonte que é de um buraco negro supermassivo de rápido crescimento, localizado a 9.1 bilhões de anos-luz de distância da Terra.

Além disso o Chandra estudou 6 outras galáxias de anel, descobriu 63 fontes de raios-X, sendo que 50 delas são ULXs.

Pelo fato de ter esse passado conturbado, as galáxias de anel além de terem um formato peculiar, despertam o interesse dos astrônomos, pois muitos fenômenos astrofísicos podem ser estudados nela.

E aí, gostaram do anel de buracos negros?

#BuracosNegros

Fonte:

http://chandra.harvard.edu/photo/2018/ring/

Artigo:

https://arxiv.org/pdf/1806.02746.pdf

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.