Sonda New Horizons Descobre Céu Azul e Gelo de Água em Plutão

Space Today
8 out 2015

Users who have LIKED this post:

  • avatar

blue_skies_on_pluto-final-2

As primeiras imagens coloridas da névoa atmosférica de Plutão, retornou da sonda New Horizons da NASA na última semana e revela que as névoas são azuis.

“Quem poderia esperar um céu azul no Cinturão de Kuiper? É maravilhoso”, disse Alan Stern, o principal pesquisador da New Horizons do Southwest Research Institute (SwRI), em Boulder, no Colorado.

As partículas da névoa são provavelmente cinzas ou vermelhas, mas a maneira como elas espalham a luz azul chamou a atenção da equipe de ciência da New Horizons. “Essa tonalidade azul nos diz sobre o tamanho e a composição das partículas da névoa”, disse o pesquisador da equipe de ciência Carly Howet, também do SwRI. “Um céu azul muitas vezes resulta do espalhamento da luz do Sol por partículas muito pequenas. Na Terra, essas partículas são as pequenas moléculas de nitrogênio. Em Plutão elas parecem ser maiores, mas ainda são relativamente pequenas, partículas que nós chamamos de tolinas”.

Os cientistas acreditam que as partículas de tolina se formam nos lugares altos da atmosfera, onde a luz ultravioleta do Sol separa e ioniza as moléculas de nitrogênio e metano e permite que elas reajam com outras para formar mais e mais íons complexos carregados negativamente e positivamente. Quando elas se recombinam, elas formam macromoléculas complexas, um processo que foi descoberto pela primeira vez na atmosfera superior da lua Titã de Saturno. As moléculas mais complexas continuam a se combinar e crescer até que elas se tornam partículas pequenas, os gases voláteis condensam e cobrem suas superfícies com gelo congelado antes que eles tenham tempo de cair através da atmosfera para a superfície, onde eles adicionam uma coloração avermelhada para Plutão.

context_map3-final

Numa segunda descoberta significante, a New Horizons detectou numerosas e pequenas regiões onde o gelo de água está exposto. A descoberta foi feita a partir de dados coletados com o instrumento Ralph, responsável por mapear a composição espectral de Plutão.

“Grandes expansões de Plutão não mostram gelo de água exposto”, disse o membro da equipe de ciência Jason Cook, do SwRI, “porque eles aparentemente são mascarados por outros gelos mais voláteis presentes espalhados pelo planeta anão. Entender por que a água aparece exatamente onde ela está e não em outros lugares, é um desafio”.

Um aspecto curioso da detecção é que as áreas mostram as assinaturas espectrais mais óbvias de gelo de água, correspondente às áreas que são vermelhas brilhantes nas imagens coloridas lançadas recentemente. “Eu estou surpreso que esse gelo de água é tão vermelho”, disse Silvia Protopapa, um membro da equipe de ciência da New Horizons da Universidade de Maryland em College Park. “Nós não entendemos ainda a relação entre o gelo de água e a tolina avermelhada na superfície de Plutão”.

A sonda New Horizons está atualmente a 5 bilhões de quilômetros da Terra e todos os sistemas estão saudáveis e operando normalmente.

Fonte:

https://www.nasa.gov/nh/nh-finds-blue-skies-and-water-ice-on-pluto

alma_modificado_rodape105

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários