15-078b

Sonda New Horizons Da NASA Detecta Feições Superficiais E Possível Calota Polar em Plutão

Space Today
29 abr 2015

Users who have LIKED this post:

  • avatar

15-078b

Pela primeira vez na história, imagens feitas pela sonda New Horizons da NASA estão revelando regiões claras e escuras na superfície do distante Plutão – o alvo primário da sonda New Horizons para o seu sobrevoo em meados do mês de Julho de 2015.

As imagens foram capturadas entre o começo e meados de Abril de 2015 com a sonda a 113 milhões de quilômetros, usando a câmera da New Horizons chamada de Long-Range Reconnaissance Imager, ou LORRI. Uma técnica chamada de deconvolução deixou as imagens brutas e não processadas mais nítidas para serem enviadas para a Terra.  Os cientistas que trabalham na missão da New Horizons interpretaram os dados para revelar que o planeta anão tem grandes marcas na superfície – algumas brilhantes, algumas escuras – incluindo uma área brilhante em um dos polos que pode ser uma feição semelhante a uma calota polar.

“À medida que nos aproximamos do sistema de Plutão nós começamos a ver intrigantes feições como uma região brilhante perto do polo visível de Plutão, começando uma grande aventura científica para entender esse enigmático objeto celeste”, disse John Grunsfeld, administrador associado para o Science Mission Directorate da NASA em Washington. “À medida que ficamos mais perto, a animação cresce para que possamos revelar os mistérios de Plutão usando os dados da New Horizons”.

Também capturada nas imagens está a maior lua de Plutão, Caronte, rodando em sua longa órbita de 6.4 dias. Os tempos de exposição usados para criar esse conjunto de imagens – um décimo de um segundo – foram muito curtos para que a câmera pudesse detectar as outras quatro menores e apagadas luas de Plutão.

Desde sua descoberta em 1930, Plutão é um enigma. Ele orbita o nosso Sol a mais de 5 bilhões de quilômetros da Terra e os pesquisadores não conseguem discernir com facilidade qualquer detalhe na sua superfície. Essas últimas imagens da New Horizons permitem que a equipe científica da missão possa detectar diferenças claras no brilho através da superfície de Plutão, à medida que ele gira.

15-078

“Após viajar por mais de nove anos no espaço, é impressionante ver Plutão, literalmente um ponto de luz quando visto da Terra, ele está se tornando um lugar real bem diante dos nossos olhos”, disse Alan Stern, principal pesquisador da sonda New Horizons no Southwest Research Institute em Boulder, no Colorado. “Essas imagens incríveis são as primeiras onde nós podemos começar a ver detalhes de Plutão, e elas já estão mostrando que Plutão tem uma superfície complexa”.

As imagens que a sonda enviará para a Terra irão melhorar consideravelmente à medida que a New Horizons chegue cada vez mais perto de Plutão em Julho.

“Nós só podemos imaginar que surpresas serão reveladas quando a New Horizons passar a aproximadamente 12500 quilômetros acima da superfície de Plutão”, disse Hal Weaver, o cientista de projeto da missão no Johns Hopkins University Applied Physics Laboratory (APL) em Laurel, Maryland.

O APL desenhou, construiu e opera a sonda New Horizons, e gerencia a missão para o Science Mission Directorate da NASA. O SwRI lidera a equipe científica, as operações e o planejamento do encontro científico. A sonda New Horizons faz parte do New Frontiers Program gerenciado pelo Marshall Space Flight Center da NASA em Huntsville, Alabama.

Para ver as imagens da New Horizons e aprender mais sobre a missão, visite:

http://www.nasa.gov/newhorizons

Fonte:

http://www.nasa.gov/press-release/nasa-s-new-horizons-detects-surface-features-possible-polar-cap-on-pluto

alma_modificado_rodape1051

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários