7-8-15_pluto_color_new_nasa-jhuapl-swri

Sob o Domínio de Plutão

Space Today
8 jul 2015

Users who have LIKED this post:

  • avatar

7-8-15_pluto_color_new_nasa-jhuapl-swri

Após de uma jornada de mais de nove anos e de 5 bilhões de quilômetros para Plutão, chegou a hora do show para a sonda New Horizons da NASA, já que a sequência de sobrevoo das observações científicas está oficialmente iniciada.

Nas primeiras horas da manhã do dia 8 de Julho de 2015, os cientistas receberam essa nova imagem de Plutão – a mais detalhada já retornada pelo Long Range Reconnaissance Imager (LORRI) a bordo da New Horizons. A imagem foi feita no dia 7 de Julho de 2015, quando a sonda estava a pouco menos de 8 milhões de quilômetros de Plutão, e é a primeira imagem recebida depois do problema que a sonda passou no dia 4 de Julho de 2015 e que a colocou em modo de segurança.

Essa imagem está centrada aproximadamente na área que será observada em detalhe durante o sobrevoo e a maior aproximação do dia 14 de Julho de 2015. Esse lado de Plutão é dominado por três grandes regiões de brilho variado. As mais proeminentes são representadas por uma feição escura alongada no equador, informalmente conhecida como “a baleia”, e uma grande área brilhante em forma de coração, medindo cerca de 2000 quilômetros de diâmetro na parte direita. Acima dessas feições está uma região polar que tem um brilho intermediário.

“A próxima vez que nós observarmos essa parte de Plutão na sua aproximação máxima, uma porção dessa região, será imageada com uma resolução cerca de 500 vezes melhor do que nós vimos hoje”, disse Jeff Moore, líder da Equipe de Imageamento de Geologia e Geofísica do Ames Research Center da NASA. “Isso será incrível”.

Fonte:

http://www.nasa.gov/feature/nasa-s-new-horizons-a-heart-from-pluto-as-flyby-begins

alma_modificado_rodape1051

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

  • Bruno Baumler

    Muito interessante.

    Imagino que dia bonito será quando finalmente pousarmos uma sonda em Plutão.