Sentinel-5P começa sua missão de monitorar a qualidade do ar

Space Today
5 dez 2017

 

-Elis Lopes

 

Na imagem destacada a cima podemos ver uma das primeiras imagens enviadas pelo satélite Sentinel-5P que foi lançado em 13 de Outubro e começa agora a enviar os primeiros dados. Nesta imagem está representado os níveis de dióxido de nitrogênio sob a Europa, mais especificamente sob partes da Holanda, Espanha, Itália e Alemanha, este componente é emitido em grande parte pela combustão de combustíveis fósseis.

 

O Sentinel-5P era a grande promessa para os estudos da qualidade do ar e os cientistas apostaram nele para trazer imagens com uma resolução nunca vista antes, com esses primeiros dados o satélite mostra que a promessa é real já que ele ainda está apenas passando pelos estágios iniciais e já nos retornou dados incríveis. Utilizando essas novas informações os cientistas criaram um mapa global mostrando os níveis de monóxido de carbono no planeta que revelou altos níveis em partes da Ásia, África e América do Sul, também revelou altos níveis de poluição das usinas elétricas na Índia.

 

O satélite conta com um sensor de ponta chamado Tropomi que  pode mapear poluentes como dióxido de nitrogênio, metano, monóxido de carbono e aerossóis, todos os quais afetam o ar que respiramos e nosso clima. Além disso, a missão tem uma faixa de alcance de 2600 km, o que permite que todo o planeta seja mapeado a cada 24 horas. A missão também foi capaz de observar as cinzas expelidas pelo vulcão Monte Agung em Bali na Indonésia.

 

 

 

 

 

Mais informações: http://www.esa.int/Our_Activities/Observing_the_Earth/Copernicus/Sentinel-5P/Sentinel-5P_brings_air_pollution_into_focus

 

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.