Os Verdadeiros Guardiões da Galáxia

Space Today
29 maio 2017

Users who have LIKED this post:

  • avatar

Como se fossem sentinelas, o telescópio de 3,6 metros do ESO e o Telescópio Auxiliar Coudé parecem estar guardando o centro galático nesta fotografia em ultra HD do Observatório de La Silla, situado na periferia sul do deserto chileno do Atacama.

Desde a sua inauguração em 1976, o telescópio de 3,6 metros do ESO já passou por várias atualizações, incluindo a instalação de um novo espelho secundário, o qual permitiu ao telescópio continuar a ser tão produtivo e eficiente. Desde 2008 que o telescópio acolhe o espectrógrafo HARPS, o “caçador” de exoplanetas mais preciso do mundo. O HARPS (High Accuracy Radial velocity Planet Searcher) é, até hoje, o descobridor de exoplanetas de baixa massa com maior sucesso.

O Telescópio Auxiliar Coudé de 1,4 metros (CAT), já desativado, encontra-se alojado numa cúpula menor à direita do telescópio de 3,6 metros. Quando ainda estava ativo, este telescópio “alimentava” o Espectrômetro Coudé Echelle do telescópio de 3,6 metros através de um túnel de luz, o qual pode ser visto na imagem ligando os dois telescópios. Completamente computadorizado, o CAT efetuava muitos tipos diferentes de observações astronômicas, incluindo a medição da idade de estrelas velhas.

Situado 2400 metros acima do nível do mar e longe de fontes de poluição luminosa, o telescópio de 3,6 metros do ESO usufrui de excelentes condições de observação, do mesmo modo que todos os outros telescópios que se encontram instalados neste observatório. Este complemento de telescópios inclui o New Technology Telescope (NTT), o telescópio MPG/ESO de 2,2 metros e uma variedade de telescópios nacionais pertencentes aos Estados Membros do ESO.

Fonte:

http://www.eso.org/public/brazil/images/potw1722a/

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.