Os Dois Projetos do James Webb Para Estudar As Anãs Marrons – Space Today TV Ep.1055

Space Today
5 jan 2018

Um dos maiores mistérios da astronomia, as anãs marrons, será que estamos perto de entender o que são, onde vivem e como se reproduzem?

Brincadeiras à parte, as anãs marrons são aqueles objetos que não são estrelas e também não são planetas, podem ser até 70 vezes mais massivos que os planetas gigantes gasosos como já mostraram alguns trabalhos feitos com o Hubble, Spitzer e ALMA, mas não tem massa suficiente para iniciar o processo de fusão do hidrogênio.

As anãs marrons foram teorizadas na década de 1960 e confirmadas em 1995.

Não se sabe ao certo como se formam, por contração de gás como as estrelas ou por acreção de material como os planetas

E como vivem, sozinhas ou são companheiras de outras estrelas?

Muitas perguntas, todas sem resposta, mas vem aí um alento aos astrônomos.

O Telescópio Espacial James Webb.

E com ele, dois projetos muito importantes já têm tempo de observação garantida no James Webb.

Um dos projetos irá usar o James Webb para observar a anã marrom conhecida como SIMP0136, o objetivo é entender a atmosfera das anãs marrons, entender se ela tem nuvens ou não e isso é muito importante, pois ao entender a atmosfera será possível entender muito sobre a própria anã marrom.

Além disso, essa anã marrom tem a mesma temperatura de que alguns exoplanetas e isso pode ser útil também para entender os exoplanetas.

O outro projeto irá utilizar o James Webb para estudar o berçário estelar conhecido como NGC 1333.

Esse berçário estelar possui uma grande quantidade de anãs marrons, anãs marrons com massas próximas à massa de Júpiter, ou seja, no limite entre os planetas e as próprias anãs marrons e com esse projeto os astrônomos esperam entender o nascimento e a evolução das anãs marrons.

Esses projetos só fazem com que a nossa ansiedade e a nossa expectativa com o james webb aumente consideravelmente.

Com certeza esse telescópio espacial fará muitas descobertas importantes para a astronomia.

Só temos que esperar até meados de 2019 quando elejá deve estar operacional no espaço, já que seu lançamento está programado para acontecer entre março e junho de 2019.

Fonte:

http://webbtelescope.org/article/Science_News/30

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.