O Que Estaria no Fundo do Oceano Báltico? Um UFO, Uma Feição Geológica, ou Uma Nova Descoberta Arqueológica?

Space Today
3 ago 2011

Caçadores de tesouros no mar sueco encontraram algo extraordinário. Um disco de 60 pés afundado na base do oceano, com o que parece ser um rastro de 985 pés que leva até ao objeto. O líder da equipe nunca encontrou nada igual.

“Você vê muita coisa estranha nesse trabalho, principalmente em 18 anos como profissional, mas eu nunca vi nada assim. A forma é completamente redonda, um círculo”, disse ele.

Essas foram as palavras de Peter Lindberg, comandante do navio Ocean Explorer. Ele e a sua equipe encontraram um estranho disco no dia 19 de Junho de 2011, a uma profundidade de 285 pés abaixo da superfície do Golfo Botnia, que fica localizado em algum ponto entre a Finlândia e a Suécia no Báltico.

A equipe do Ocean Explorer não é composta por loucos caçadores de UFOs, mas sim uma companhia que encontra embarcações afundadas e recuperam suas riquezas. Em 1997, eles encontraram o barco Jököping, que afundou carregado com 2500 garrafas de um impressionante champagne: Heidsieck&Co Monopole de 1907 “Gout American”, dedicado à frota imperial russa. Eles venderam as garrafas por 13000 dólares.

Lindberg não está falando em momento algum que o que está no fundo do mar é um UFO, mas a sua aparência na imagem de sonar está levando a algumas pessoas acreditarem que seja um objeto que ali caiu feito por humanos ou por alienígenas. Quem vê as imagens pode até tentar procurar as imagens de Chewe e de Han ali afundados.

Enquanto a forma pode lembrar um pouco a nave Millennium Falcon, uma Cylon, ou uma nave nazista mortífera do lado escuro da Lua, e os rastros sugerem que o objeto destruiu parte do assoalho oceânico em seu caminho até parar na posição final, isso pode ser qualquer coisa, incluindo uma formação geológica desconhecida, ou até mesmo como disse Lindberg, um achado arqueológico, um novo Stonehenge.

Como um novo Stonehenge poderia estar a 285 pés abaixo da superfície ninguém sabe. E ele certamente não pode ser um objeto feito pelos homens pois seria assumido como um veículo experimental militar e já teria sido recuperado por navios russos ou americanos.

De qualquer maneira, logo saberemos o que é. Lindberg não quer gastar dinheiro com isso, com o risco de não ser nada valioso que posteriormente possa render os lucros necessários, mas quase todos estão certos de que James Cameron irá usar os mesmos robôs usados para encontrar o Titanic nessa nova empreitada.

Fonte:

http://gizmodo.com/5826491/is-this-a-ufo-on-the-bottom-of-the-ocean

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

  • Contini

    Bom, sei que o post é antigo, mas achei por "acidente". Penso que outra possibilidade seria que o objeto fosse um navio "experimental" antigo: http://alernavios.blogspot.co.uk/2011/04/novgorod

    Att,

  • Marcio

    Eh a Enterprise q caiu em uma missão de salvamento da terra dos Romulanos!!!

    • Spock

      Não é não!

  • Spock

    E a chamada de título-manchete está errada! Não é Oceano Báltico mas sim MAR Báltico!

  • Eder A.

    Também pode ser uma torre giratória de canhão de um navio da Segunda Guerra Mundial.

  • Eduardo Boçon Ortiz

    Um Portal para o submundo.


Parse error: syntax error, unexpected end of file in /nfs/c11/h06/mnt/198666/domains/spacetoday.com.br/html/wp-content/themes/spacetoday/footer.php on line 59