O Pequeno E Intrigante Satélite Pandora de Saturno

Space Today
7 nov 2017

Users who have LIKED this post:

  • avatar

Enquanto a sonda Cassini realiza suas últimas manobras para o seu encontro fatal com Saturno, a sonda virou suas câmeras para dar uma última olhada no satélite natural Pandora bem perto da fina linha do Anel F de Saturno.

Durante toda a sua missão, a sonda Cassini ajudou os cientistas a entenderem que Pandora tem uma influência menor do que eles imaginavam no fino anel. Quando a sonda Cassini chegou em Saturno, muitos pensavam que Pandora e Prometeus trabalhavam juntos para dar forma ao anel F de Saturno. Contudo, dados da Cassini mostraram que a gravidade dos dois satélites na verdade, movimentam o Anel F num estado caótico, gerando uma estrutura de falhas e correntes, que são vistas em outras posições do anel.

Modelos recentes, suportados pelas imagens da Cassini, sugerem que é Prometeu sozinho, e não Pandora, que confina a maior parte do Anel F, auxiliado pelas características particulares da sua órbita. Prometeu estabelece locais estáveis para o material do Anel F, onde as ressonâncias gravitacionais do satélite são menos confusas pela influência perturbadora do seu satélite irmão, Pandora.

Essa imagem foi feita com a sonda Cassini apontada na direção iluminada pelo Sol dos anéis, a cerca de 28 graus acima do plano dos anéis. A imagem foi feita na luz visível com a câmera de ângulo restrito da Cassini, no dia 14 de Setembro de 2017.

A imagem foi obtida a uma distância aproximada de 577 mil quilômetros de Pandora, com o conjunto Sol-Pandora-Cassini em fase com ângulo de 119 graus. A escala da imagem é de 3.5 km/pixel.

Só para lembrar, a sonda Cassini terminou sua missão no dia 15 de Setembro de 2017, ou seja, essa imagem foi feita um dia antes do término da missão.

A missão Cassini é um projeto cooperativo da NASA, ESA e ISA. O Laboratório de Propulsão a Jato, uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia, em Pasadena, gerencia a missão para o Science Mission Directorate da NASA em Washington. O módulo orbital Cassini e suas duas câmeras de bordo foram desenhadas, desenvolvidas e montadas no JPL. O centro de operações de imagens fica baseado no Space Science Institute, em Boulder, no Colorado.

Para mais informações sobre a missão Cassini-Huygens, visite:

https://saturn.jpl.nasa.gov e https://www.nasa.gov/cassini

O site da equipe de imageamento da Cassini é: http://ciclops.org.

Crédito: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute

Fonte:

https://www.nasa.gov/image-feature/jpl/pia21355/pandora-the-would-be-perturber

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.