O Impressionante Aglomerado de Galáxias El Gordo Registrado Pelo Hubble

Space Today
8 jan 2018

Em 2014, os astrônomos usaram o telescópio espacial Hubble para encontrar esse enorme aglomerado de galáxias que contém a massa de 3 milhões de bilhões de vezes a massa do Sol, o nome dele, não podia ser outro, foi chamado de El Gordo. Seu nome oficial é ACT-CLJ0102-4915, ele é o maior, o mais quente e aglomerado de galáxias mais brilhante nos raios-X já descoberto no universo distante.

Os aglomerados de galáxias são os maiores objetos no universo que são unidos pela gravidade. Eles se formam no decorrer de bilhões de anos, à medida que grupos menores de galáxias vagarosamente se aglomeram. Em 2012, observações feitas com o VLT do ESO, com o Observatório de Raios-X Chandra da NASA e com o Atacama Cosmology Observatory, mostraram que o El Gordo na verdade é composto por dois aglomerados de galáxias em colisão a milhões de quilômetros por hora.

A formação dos aglomerados de galáxias depende de forma decisiva da matéria escura e da energia escura, o estudo de aglomerados como esse pode ajudar os astrônomos a entenderem esses fenômenos. Em 2014, o Hubble encontrou que a maior parte da massa do El Gordo está na forma de matéria escura. Evidências sugerem a matéria, dita, normal do El Gordo, composta na sua maioria de gás quente que brilha intensamente no comprimento de ondas de raios-X, está sendo gerada a partir da matéria escura em colisão. O gás quente está diminuindo a velocidade enquanto que a matéria escura não está.

Essa imagem foi feita pela Advanced Camera for Surveys do Hubble, e pela Wide Field Camera 3, como parte do programa de observações RELICS (Reionizarion Lensing Cluster Survey). O RELICS fez imagens de 41 massivos aglomerados de galáxias com o objetivo de encontrar as galáxias mais distantes mais brilhantes, para que futuramente sejam estudadas pelo Telescópio Espacial James Webb.

Fonte:

http://spacetelescope.org/images/potw1802a/

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.