O Espectro do Sol Durante o Eclipse Total de 21 de Agosto de 2017

Space Today
7 set 2017

Users who have LIKED this post:

  • avatar

Nos céus claros de Madras, no Oregon, essa composição colorida do eclipse total do Sol de 21 de Agosto de 2017 registra o espectro cromosférico do Sol. Somente três exposições, feitas durante o eclipse com uma lente teleobjetiva e uma grade de difração estão alinhadas nesse frame. Diretamente imageado na parte esquerda da imagem está o anel de diamante, que aparece no começo e no final da totalidade. Espalhado pela grade de difração nas cores do espectro na parte direita da imagem está o espectro fotosférico do Sol delimitado por duas linhas contínuas. Elas correspondem ao brilho anel de diamante. Imagens individuais do eclipse também aparecem em cada comprimento de onda da luz emitida pelos átomos ao longo dos finos arcos da cromosfera solar. As imagens mais brilhantes, ou as emissões cromosféricas mais fortes são devido aos átomos de hidrogênio. A emissão do hidrogênio alfa, vermelha aparece na parte mais a direita do espectro, com uma série de emissões do hidrogênio em azul e roxo na parte esquerda. Entre elas, a emissão amarela mais forte é devida aos átomos de hélio, um elemento, diga-se de passagem que foi descoberto primeiro usando o espectro do Sol durante um eclipse total, com esse, para depois ser descoberto na Terra.

Fonte:

https://apod.nasa.gov/apod/ap170907.html

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.