NGC 2261: A Nebulosa Variável de Hubble

Space Today
9 nov 2017

Users who have LIKED this post:

  • avatar

O que faz a Nebulosa Variável do Hubble variar? A nebulosa incomum mostrada nessa imagem muda sua aparência de forma notável em poucas semanas. Descoberta a mais de 200 anos atrás, e catalogada como NGC 2261, a nebulosa foi batizada em homenagem a Edwin Hubble que a estudou no início do último século. O interessante é que a imagem acima foi feita por outro Hubble, o Telescópio Espacial Hubble, que também tem seu nome em homenagem a Edwin Hubble. A Nebulosa Variável é uma nebulosa de reflexão feita de gás e poeira fina, que reflete o brilho da estrela R Monocerotis. A nebulosa tem cerca de 1 ano-luz de diâmetro e localiza-se a aproximadamente 2500 anos-luz de distância na direção da constelação do Unicórnio (Monocerotis). A principal explicação para a variabilidade da Nebulosa Variável de Hubble é que densos nós de poeira opaca passam perto da estrela R Mon e geram sombras que se movem na poeira e acaba sendo visto como uma variação de toda a nebulosa.

Fonte:

https://apod.nasa.gov/apod/ap171108.html

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.