dnews-files-2016-04-black-hole-jet

Jatos Relativísticos dos Buracos Negros Podem Ser Mais Quentes Do Que Se Pensava

Space Today
6 abr 2016

Users who have LIKED this post:

  • avatar

dnews-files-2016-04-black-hole-jet

Novas observações feitas de um jato emitido de um buraco negro mostram temperaturas impressionantes de 10 trilhões de graus Kelvin dentro dos jatos. Essa nova medida mostra que os quasares podem passar bem além da temperatura teórica limite estabelecida de 100 bilhões de graus Kelvin.

Explicar esse resultado é algo desafiador, se for levado em conta o entendimento atual de como os quasares irradiam seus jatos relativísticos.

As observações do quasar 3C 273 foram feitas usando o satélite russo Skeptr-R, trabalhando em conjunto com três observatórios em Terra como parte da missão maior conhecida como RadioAstron. Os quasares são os buracos negros supermassivos que emitem intensos jatos de radiação.

jatos_buraco_negro

Anteriormente, acreditava-se que existia um limite para as temperaturas, pois os elétrons dentro do jato produziriam raios-X e raios-gamma e interagiriam um com o outro, esfriando.

Os astrônomos destacam que o triunfo nas medidas foi conseguido graças à interferometria, que ocorre quando múltiplos telescópios são integrados para poder obter uma resolução melhor de objetos distantes. Os quatro observatórios trabalharam juntos para obter uma resolução melhor do que a do Telescópio Espacial Hubble, embora o Hubble não observe os raios-X e os raios-gamma.

dnews-files-2016-04-spektr

A equipe também fez uma descoberta secundária, o 3C 273 apresenta distorções visíveis que eram desconhecidas até então em sua subestrutura, quando observado da Terra. Só foi possível observar essas distorções graças à resolução da missão RadioAstron.

Radioastron observations of_the_quasar_3_c273_a_challenge_to_the_brightness_temperature_limit from Sérgio Sacani

Fonte:

http://www.space.com/32467-black-hole-jets-hotter-than-expected.html

alma_modificado_rodape105

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários