Instrumento da NASA Observa Furacão Florence em 3D

Space Today
14 set 2018

A NASA tem muitos instrumentos de observação da Terra que estão de olho furacão Florence, incluindo um, chamado de Multi-angle Imaging SpectroRadiometer, ou MISR. O MISR passou sobre o furacão na quinta-feira, dia 13 de Setembro de 2018, à medida que ele se aproximava da costa leste dos EUA e conseguiu registrar a tempestade em 3D.

O MISR carrega nove câmeras que observam a Terra em diferentes ângulos, e leva cerca de sete minutos para que todas as câmeras consigam observar o mesmo local. A imagem esferográfica 3D combina duas câmeras de ângulos diferentes do MISR. Para você poder ver em 3D precisa do famoso óculos 3D aquele que tem lentes vermelha e azul. Quando você conseguir ver em 3D poderá perceber as nuvens altas associadas com fortes tempestades na parede do furacão e tempestades individuais nas faixas mais externas. Essas tempestades menores, quando o furacão tocar a terra podem causar tornados.

No momento em que a imagem foi adquirida, o Florence era classificado como um furacão de Categoria 2, sustentando ventos com velocidade máxima de 169 km/h. O centro da tempestade estava a cerca de 230 quilômetros a sudeste de Wilmington, Carolina do Norte. Áreas costeiras já começaram a a experimentar ventos de força de tempestade tropical, e milhões de pessoas de pelo menos 3 estados já evacuaram a  região.

O MISR foi construído e é gerenciado pelo Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, em Pasadena, na Califórnia, para o Science Mission Directorate em Washington. O instrumento voa a bordo do satélite Terra, que é gerenciado pelo Goddard Space Flight Center da NASA em Greenbelt, Maryland. Os dados do MISR foram obtidos pelo Langley Research Center Atmospheric Science Data Center da NASA, em Hampton, Virginia. O JPL é uma divisão do Caltech, em Pasadena.

Fonte:

https://www.jpl.nasa.gov/news/news.php?feature=7237

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.