Chega ao Porto Mais um Booster Recuperado de um Falcon 9

Space Today
13 set 2018

Por Ned Oliveira


Primeiro estágio do Falcon 9 que lançou o satélite de comunicações Telstar 18 VANTAGE chegou em Port Canaveral na quarta-feira. 
Crédito: Stephen Clark / Spaceflight Now

Na quarta-feira, 12 de setembro de 2018, chega ao Porto Canaveral outro booster de um Falcon 9 que pousou na barca “Of Course I Still Love You”, após uma jornada de dois dias a partir do ponto de pouso no oceano Atlântico a 650 quilômetros ao leste da costa da Flórida.

O Falcon 9 foi lançado no dia 10 de setembro de 2018 do Complexo 40 de Cabo Canaveral, o foguete decolou às 0h45 horário local (1h45 no horário de Brasília) levando o satélite de comunicações Telstar 18 VANTAGE.

O primeiro estágio do Falcon 9 voou durante os primeiros dois minutos e meio da missão com o Telstar 18 VANTAGE, depois concluiu e soltou do segundo estágio do foguete, que continuou a viagem.  A carga útil do Falcon 9, o satélite Telstar 18 Vantage para a Telesat que vai expandir a banda larga, transmissão de televisão e conectividade de celular da Ásia-Pacífico, separou-se do andar superior 32 minutos após a decolagem, entrando em sua órbita de transferência geoestacionária planejada. O primeiro estágio fez um pouso bem-sucedido cerca de oito minutos e meio após a decolagem, na barca da companhia “Of Course I Still Love You” no Oceano Atlântico.

Esse pouso marcou a 29ª vez que a SpaceX recuperou um primeiro estágio e o 18º pouso bem-sucedido no mar.


Primeiro estágio do Falcon 9 que lançou o satélite de comunicações Telstar 18 VANTAGE chegou em Port Canaveral na quarta-feira. 
Crédito: Stephen Clark / Spaceflight Now

O primeiro estágio do Falcon 9 foi içado, poucas horas depois de atracar no porto, na quarta-feira.

O lançamento com o Telstar 18 VANTAGE foi a quinta vez que a SpaceX voou a última geração do primeiro estágio do Falcon 9, conhecido como Block 5.

O Falcon 9 Block 5 estreou em maio com o lançamento de um satélite para Bangladesh, e a primeira etapa recuperada da missão foi lançada novamente no mês passado com o satélite de comunicação Merah Putih, depois aterrissou uma segunda vez para um possível terceiro voo.

Um satélite Telesat anterior foi lançado em julho do Cabo Canaveral a bordo do recém-construído Block 5 e o mais recente lote de 10 satélites de voz e dados da Iridium também voou em um novo foguete Falcon 9 Block 5 da Califórnia no mesmo mês. O lançamento do Telstar 18 VANTAGE na segunda-feira também usou um booster Block 5 da fábrica da SpaceX.

Todos os primeiros estágios do Block 5 lançados até hoje foram bem-sucedidos.

A SpaceX diz que o primeiro estágio do Block 5 inclui atualizações para reduzir o tempo e o dinheiro necessários para preparar os boosters para os re-voos. A última versão do Booster Falcon 9 carrega um escudo de calor reforçado, pernas de pouso melhoradas e aletas de grade de titânio que a SpaceX diz que podem ser reutilizadas, substituindo as aletas de alumínio que tiveram que ser substituídas antes de lançar o mesmo foguete novamente.


Primeiro estágio do Falcon 9 que lançou o satélite de comunicações Telstar 18 VANTAGE chegou em Port Canaveral na quarta-feira. 
Crédito: Stephen Clark / Spaceflight Now

Elon Musk, fundador e executivo-chefe da SpaceX, disse a repórteres em maio que cada primeiro estágio do Falcon 9 Block 5 poderia ser lançado 10 vezes sem uma reforma significativa. Com revisões, o foguete de alcance poderia lançar até 100 vezes antes da aposentadoria, disse ele, acrescentando que a SpaceX iria re-voar o mesmo Booster Block 5 em menos de 24 horas, no próximo ano.

O primeiro re-voo da SpaceX de um primeiro estágio do Falcon 9 em março de 2017, que usou uma versão anterior do foguete, aconteceu quase um ano após o primeiro lançamento do foguete. A primeira reutilização de um booster do Block 5, em 7 de agosto ocorreu menos de três meses após o voo inaugural do veículo.

Musk também disse em maio que a SpaceX reduziu o preço de um foguete Falcon 9 de US $ 60 milhões para US $ 50 milhões para missões usando um propulsor reciclado do primeiro estágio, com novas reduções de preço planejadas à medida que a empresa lança mais foguetes reutilizados e recupera os gastos feitos durante o desenvolvimento da capacidade de recuperação e re-voo do Falcon 9.


Crédito: Stephen Clark / Spaceflight Now

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.