Astrônomos Descobrem Super-Terra Localizada A Apenas 16 Anos-Luz de Distância

Space Today
31 jul 2018

Astrônomos descobriram um exoplaneta com algumas vezes a massa da Terra orbitando uma estrela próxima. Um artigo reportando a descoberta foi publicado no periódico Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

Designado de HD 2695b, o exoplaneta recém-descoberto tem uma massa equivalente a 8.47 vezes a massa da Terra e está localizado a 16 anos-luz de distância.

Esse planeta orbita uma estrela anã brilhante da Classe-K, chamada de HD 26965 a cada 42.4 dias.

A estrela tem aproximadamente 6.9 bilhões de anos de vida e tem uma massa equivalente a 78% da massa do Sol, e um raio 87% maior que o Sol.

“A HD 29695 é a estrela primária de um sistema triplo de estrelas bem separado. As outras duas companheiras são uma anã branca e uma anã da Classe-M4”, disse o astrônomo Bo Ma um dos coautores do trabalho da Universidade da Flórida.

“Essa estrela é uma estrela pobre em metal e muito brilhante com uma magnitude absoluta de V=4.4. Isso faz dela a segunda estrela mais brilhante no céu noturno com a detecção de uma Super-Terra, a outra é a HD 20794, com V=4.3”.

“Um fato interessante é que a HD 20794 tem uma metalicidade semelhante a da HD 26965, que é consistente com a descoberta de que planetas menores são detectados ao redor de estrelas com uma grande variedade de metalicidade”.

“Com um massa mínima de 8.4 vezes a massa da Terra, o HD 26965b provavelmente possui uma atmosfera gasosa isso com base em outros planetas com a mesma massa e raio conhecidos”, adicionou ele.

“Contudo, nós notamos que o Kepler-10c tem uma massa e órbita similar, orbita uma estrela com baixa metalicidade e não possui um envelope, então, o HD 26965b, pode ser um mundo parecido com ele”.

O HD 26965b foi descoberto usando o método da velocidade radial, pelo projeto Dharma Planeta Survey, o DPS.

Esse método observa por variações no movimento da estrela causada pela força gravitacional do planeta em sua órbita, o tamanho dessa variação revela a massa do planeta.

“Numa busca feita nos primeiros dados do projeto DPS, nós descobrimos sinais de velocidade radia consistentes com uma Super-Terra, orbitando a estrela anã K, HD 26965 com magnitude de V=4.4. Dados adicionais de velocidade radial foram usados do arquivo do Keck, e do arquivo do HARPS”, disseram os astrônomos.

“O mesmo sinal foi detectado de forma independente por Matias Diaz, da Universidad de Chile e coautores, mas eles não puderam confirmar se esse sinal era da presença de um planeta ou da variação da própria estrela”.

Fonte:

[http://www.sci-news.com/astronomy/hd-26965b-super-earth-06250.html]

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.