Intense_X-rays_sculpt_Thor_s_neon-hued_helmet

As Intensas Emissões de Raios-X Que Esculpem A Nebulosa do Capacete de Thor

Space Today
20 abr 2015

Users who have LIKED this post:

  • avatar

Intense_X-rays_sculpt_Thor_s_neon-hued_helmet

A cena intensamente colorida mostra uma gigantesca nuvem de gás brilhante e poeira, conhecida como NGC 2359. Ela também é chamada popularmente de Nebulosa do Capacete do Thor, devido aos braços de gás que arqueiam a partir do seu bulbo central e curvam em direção ao topo para esquerda e para a direita do frame, criando uma forma que lembra muito o capacete alado do deus nórdico.

As cores em neon nessa imagem não são apenas bonitas, elas também nos dizem sobre a composição da nebulosa. As partes brilhantes em azul mostra a emissão de raios-X, registradas pelas câmeras EPIC a bordo do Observatório Espacial da ESA XMM-Newton, enquanto as regiões em vermelho e verde traçam o brilho do hidrogênio e do oxigênio ionizado, como visto pelo Stars and Shadows Remote Observatory South no Observatório Inter-Americano de Cerro Tololo no Chile.

A intensa emissão de raios-X detectada pelo XMM-Newton é emanada de uma estrela no centro da nebulosa. Essa estrela, uma estrela Wolf-Rayet é denominada HD 56925, e é uma estrela massiva e velha que está empurrando uma grande quantidade de material a uma taxa impressionante: a estrela perde uma massa equivalente ao Sol em menos de 100000 anos, na forma de um vento estelar que está se movendo a mais de 1500 km/s.

Esses violentos habitantes têm influenciado a forma estranha da NGC 2359. A nebulosa consiste de uma bolha central circundada por uma teia de filamentos de gás, espessos canais de poeira escura e brilhantes explosões, onde o material é varrido pelo vento estelar e que tem colidido com o gás ao redor disparando ondas de choque através de toda a região.

As parte em azul nessa imagem destacam as regiões mais quentes da nebulosa: a bolha central e a explosão na parte inferior esquerda. Acredita-se que o gás da NGC 2359 alcance temperaturas que variam de poucos milhões a mais de 10 milhões de graus.

Essa imagem combina dados de raios-X coletados em 2013 pelo XMM-Newton (azul) com observações ópticas realizadas em Cerro Tololo no Chile (verde e vermelho). O norte está para a esquerda, e o oeste está para cima. Essa imagem foi publicada pela primeira na galeria de imagens do XMM-Newton: http://xmm.esac.esa.int/external/xmm_science/gallery/public/level1.php

Fonte:

http://www.esa.int/spaceinimages/Images/2015/04/Intense_X-rays_sculpt_Thor_s_neon-hued_helmet

alma_modificado_rodape105

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários