Feições Geológicas De Plutão Recebem os Primeiros Nomes Oficiais

Space Today
8 set 2017

Users who have LIKED this post:

  • avatar

O Working Group for Planetary System Nomenclature, ou WGPSN da União Astronômica Internacional, a UAI, aprovou oficialmente o nome de 14 feições na superfície de Plutão. Essas são as primeiras feições geológicas do planeta anão a serem nomeadas depois do sobrevoo que a sonda New Horizons realizou em Julho de 2015.

Os nomes prestam homenagens à seres mitológicos do submundo, a missões espaciais pioneiras, exploradores pioneiros históricos que cruzaram novos horizontes e cientistas e engenheiros associados com Plutão e com os Objetos do Cinturão de Kuiper. Esse é o primeiro conjunto de nomes oficiais de feições na superfície de Plutão que foi aprovado pela UAI, a autoridade internacionalmente reconhecida para dar nome aos objetos celestes e às suas feições superficiais.

A equipe da sonda New Horizons propôs os nomes para a UAI logo que a sonda passou por Plutão e suas luas. Alguns dos nomes foram sugeridos por membros do público durante a campanha Our Pluto, que foi feita entre a UAI, o projeto New Horizons, e o Instituto SETI. Outros nomes que tinham sido usados informalmente pela equipe de ciência da New Horizons para descrever as muitas regiões, como cadeias de montanhas, planícies, vales e crateras.

“Nós estamos muito animados por termos aprovados os nomes reconhecendo pessoas importantes para Plutão e que desbravaram o mundo com a exploração, além de homenagear a mitologia do submundo. Esses nomes destacam a importância de sempre ir ao limite nas fronteiras da descoberta”, disse Rita Schulz, presidente do WGPSN da UAI. “Nós agradecemos as contribuições do público geral nas sugestões dos nomes para a equipe da New Horizons”.

Mais nomes serão propostos tanto para Plutão como para suas luas. “As designações aprovadas honram muitas pessoas e missões espaciais que pavimentaram o caminho para a histórica exploração feita pela New Horizons de Plutão e do cinturão de Kuiper”, disse Alan Stern, principal pesquisador da New Horizons no Southwest Research Institute  (SwRI), em Boulder, no Colorado.

Os nomes aprovados para as feições de Plutão são os seguintes:

Tombaugh Regio em homenagem a Clyde Tombaugh (1906-1997), o astrônomo norte-americano que descobriu Plutão em 1930 no Observatório Lowell no Arizona.


Cratera Burney em homenagem a Venetia Burney (1918-2009), a garota de 11 anos que sugeriu o nome Plutão para a descoberta de Clyde Tombaugh. Mais tarde ela ensinou matemática e economia.


Sputnik Planitia a grande planície de Plutão homenageia a sonda Sputnik 1, o primeiro satélite, lançado pela então União Soviética em 1957.


Tenzing Montes e Hillary Montes, as cadeias de montanhas receberam os nomes em homenagem a Tenzing Norgray (1914-1986) e Sir Edmund Hillary (1919-2008), o indiano e sherpa nepalês e o montanhista neozelandês que foram os primeiros a atingir o cume do monte Everest e retornar com vida.


Al-Idrisi Montes, em homenagem a Ash-Sharif al-Idrisi (1100-1165/66), um geógrafo e construtor de mapas árabe cujo trabalho de geografia medieval é algumas vezes traduzido como The Pleasure of Him who Longs to Cross the Horizons, algo como O Prazer Daquele que Deseja Atravessar Horizontes.


Djanggawul Fossae, uma rede de longas e estreitas depressões, recebeu o nome em homenagem a Djanggawuls, três seres ancestrais na mitologia indígena australiana que viajaram entre a ilha da morte e a Austrália criando a paisagem e preenchendo-a com vegetação.


Sleipnir Fossa, recebeu o nome em homenagem ao poderoso cavalo de oito pernas da mitologia nórdica, que carregava o deus Odin para o mundo inferior.


Virgil Fossae, em homenagem a Virgil, um dos grandes poetas romanos e o guia ficcional de Dante através do inferno e do purgatório na Divina Comédia.


Adliveun Cavus uma profunda depressão em Plutão recebeu o nome em homenagem a Adlivun, o mundo inferior na mitologia Inuíte.

Hayabusa Terra, uma grande massa de terra em Plutão, recebeu o nome em homenagem à sonda espacial japonesa Hayabusa (2003-2010) que retornou para a Terra a primeira amostra recolhida num asteroide.


Voyager Terra em homenagem às sondas Voyager, que realizaram o Grand Tour pelos planetas gigantes do Sistema Solar. As sondas Voyager estão agora explorando a fronteira entre o Sol e o meio interestelar.


Tartarus Dorsa, uma cadeia de montanhas recebeu o nome em homenagem ao mais profundo e mais escuro buraco do mundo inferior na mitologia grega.


Cratera Elliot, em homenagem a James Elliot (1943-2011), um pesquisador do MIT que foi o primeiro a usar ocultações estelares para estudar o Sistema Solar, levando a descoberta dos anéis de Urano e a primeira detecção da fina atmosfera de Plutão.

Fonte:

https://www.iau.org/news/pressreleases/detail/iau1704/

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.