nh-lorri-images-6-1-15

As Diferentes Faces de Plutão Emergem das Novas Imagens da New Horizons

Space Today
12 jun 2015

Users who have LIKED this post:

  • avatar

nh-lorri-images-6-1-15

A superfície de Plutão está se tornando cada vez mais bem resolvida à medida que a sonda New Horizons da NASA se aproxima do planeta anão, o qual ela deve sobrevoar em Julho de 2015.

Uma série de novas imagens obtidas pelo instrumento conhecido como Long Range Reconnaissance Imager (LORRI), durante os dias 29 de Maio e 2 de Junho de 2015 mostra que Plutão é um mundo complexo com terrenos muito brilhantes e muito escuros, e áreas de brilho intermediário entre elas. Essas imagens são as melhores já obtidas de Plutão até o momento.

Os cientistas da New Horizons, utilizaram uma técnica de processamento chamada de deconvolução para melhorar as imagens brutas não processadas que a sonda mandou para a Terra. O contraste nessas últimas imagens também foi realçado para revelar detalhes adicionais. A deconvolução pode ocasionalmente produzir artefatos, assim a equipe irá rever com cuidado as imagens mais novas feitas mais de perto para determinar se alguns detalhes tentadores nas imagens persistem. A aparência não esférica de Plutão  nessas imagens não é real, isso é o resultado de uma combinação de técnicas de pós-processamento de imagens e da grande variação de brilho da superfície de Plutão.

Desde Abril de 2015, imagens deconvolvidas da New Horizons têm permitido que a equipe científica identificasse uma grande variedade de feições na superfície de Plutão, incluindo a área brilhante no polo norte que os cientistas acreditam seja uma calota polar.

nh-pluto-06-11-15

“Mesmo apesar das últimas imagens terem sido feitas a mais de 30 milhões de milhas de distância, elas mostram uma superfície altamente complexa, com claras evidências  de regiões escuras e brilhantes no equador do planeta anão – algumas delas que podem também ter variações no brilho”, disse o principal pesquisador da New Horizons Alan Stern do Southwest Research Institute em Boulder no Colorado. “Nós também podemos ver que cada face de Plutão é diferente e que o hemisfério norte de Plutão mostra terrenos substancialmente escuros, apesar de tanto as unidades de terreno claras e escuras conhecidas estarem ou no equador ou logo ao sul do equador. O por que disso, é um mistério emergente”.

“Nós estamos espremendo e tirando das imagens o máximo de informação possível, e vendo detalhes que nós nunca vimos anteriormente”, disse o cientista de projeto da New Horizons Hal Weaver, do Laboratório de Física Aplicada da Universidade de Johns Hopkins em Laurel, Maryland. “Nós observamos evidências de pontos claros e escuros nas imagens do Hubble e em imagens prévias feitas pela New Horizons, mas essas novas imagens indicam um aumento na complexidade e na definição de nuances na superfície de Plutão. Agora, nós queremos começar a aprender mais sobre o que essas várias unidades superficiais podem ser e o que as gerou. No início de Julho de 2015, nós teremos dados espectroscópicos para ajudar a definir isso”.

A sonda New Horizons está a aproximadamente 4.7 bilhões de quilômetros da Terra e a apenas 39 milhões de quilômetros de Plutão. A sonda e seus equipamentos estão em boas condições e operando normalmente.

Fonte:

http://www.nasa.gov/feature/different-faces-of-pluto-emerging-in-new-images-from-new-horizons

alma_modificado_rodape105

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários