A Remanescente de Supernova Puppis A

Space Today
6 out 2017

Users who have LIKED this post:

  • avatar

Dirigida pela explosão de uma estrela massiva, a remanescente de supernova Puppis A, está se espalhando pelo meio interestelar a sua volta, a cerca de 7000 anos-luz de distância da Terra. A essa distância, essa bela imagem telescópica do campo feita com base em imagens de banda larga e estreita, tem cerca de 60 anos-luz de diâmetro. À medida que a remanescente de supernova (localizada na parte superior direita da imagem) se expande seus filamentos não uniformes e aglomerados de átomos de oxigênio brilham em tonalidades verde azuladas. O hidrogênio e o nitrogênio é mostrado em tonalidades de vermelho. A luz da supernova inicial, disparada pelo colapso de um núcleo de uma estrela, atingiu a Terra a cerca de 3700 anos atrás. A remanescente de supernova Puppis A é na verdade vista através da emissão delimitada de uma supernova mais próxima, porém mais antiga, a remanescente de supernova Vela, localizada perto do plano lotado de estrelas da Via Láctea. Ainda brilhando através de todo o espectro eletromagnético, a remanescente de supernova Puppis A é uma das fontes mais brilhantes do céu em raios-X.

Fonte:

https://apod.nasa.gov/apod/ap170929.html

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.