A NGC 2500 – Uma Galáxia Que Guarda Incríveis Semelhanças Com a Via Láctea

Space Today
10 jul 2017

Users who have LIKED this post:

  • avatar

Descoberta pelo astrônomo Britânico William Herschel a mais de 200 anos atrás, a NGC 2500, localiza-se a cerca de 30 milhões de anos-luz de distância da Terra, na constelação de Lynx. Como essa bela imagem do Hubble mostra, a NGC 2500 é um tipo particular de galáxia espiral, conhecida como espiral barrada, onde seus braços circulam um núcleo alongado e brilhante.

As espirais barradas são na verdade mais comuns do que se pensou certa vez. Cerca de dois terços de todas as galáxias espirais, incluindo a Via Láctea, exibem essas barras cortando o seu centro. Essas estruturas cósmicas agem como berçários brilhantes de estrelas recém-nascidas, e afunilam o material em direção ao núcleo ativo da galáxia. A NGC 2500 está formando estrelas de forma ativa, embora esse processo ocorra de forma desigual. A metade superior da galáxia, onde os braços espirais são mais bem definidos, abrigam muito mais regiões de formação de estrelas, do que a metade inferior, como é indicado pelas brilhantes e pontuais ilhas de luz.

Existe outra similaridade entre a NGC 2500 e a nossa galáxia. Junto com Andrômeda, com a galáxia do Triângulo e com muitas galáxias satélites menores, a Via Láctea é parte do chamado Grupo Local de galáxia, um aglomerado com mais de 50 galáxias, unidas pela gravidade. A NGC 2500 forma um grupo similar com algumas de suas vizinhas, sendo a NGC 2541, a NGC 2552, a NGC 2537, e a brilhante, NGC 2841, todas elas fazendo parte do aglomerado conhecido como Grupo NGC 2841.

Fonte:

http://www.spacetelescope.org/images/potw1728a/

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

© 2014 Space Today | Todos os direitos reservados.