globe-modis-full

A NASA Diz: Nenhum Asteroide Se Chocará Com A Terra em Setembro de 2015!!!

Space Today
19 ago 2015

Users who have LIKED this post:

  • avatar

globe-modis-full

Recentemente, se você acessa qualquer rede social que seja, tem visto uma notícia sendo espalhada de maneira errônea, clamando que a Terra sofrerá um impacto de um asteroide em algum momento entre os dias 15 e 28 de Setembro de 2015, e dizendo que a NASA confirmou que isso irá acontecer. Pois bem, a agência espacial norte-americana, no dia de hoje, 19 de Agosto de 2015, se manifestou e disse (OBVIAMENTE), que NÃO!!! NÃO TEREMOS NENHUM IMPACTO DEVASTADOR DURANTE O MÊS DE SETEMBRO!!! Alguns posts, ainda falam com precisão onde o asteroide cairia, que seria em algum lugar próximo de Porto Rico, causando a destruição total dos EUA, do México e das Américas Central e Sul.

De acordo com a NASA:

“Não existe base científica para esse anúncio – nem mesmo uma evidência – de que um asteroide ou qualquer outro objeto celeste se chocará com a Terra nessas datas”, disse Paul Chodas, gerente do Near-Earth Object da NASA no Laboratório de Propulsão a Jato da agência em Pasadena, na Califórnia.

De fato, o Near-Earth Object Observations Program da NASA, disse que não existe nenhum cometa ou asteroide observado que se chocaria com a Terra, em qualquer momento num futuro próximo. Todos os conhecidos Potentially Hazardous Asteroids têm menos de 0.01% de chance de se chocar com a Terra nos próximos 100 anos.

O escritório do Near-Earth Object no JPL é um grupo chave envolvido com a colaboração internacional de astrônomos e cientistas que ficam vigiando o céu com seus telescópios, buscando por asteroides que poderiam se chocar com o nosso planeta e prevendo a trajetória através do espaço desses corpos no futuro. Se existe algo, ou alguma observação mostre algum objeto na nossa direção e em rota de colisão, Chodas e seus colegas saberiam disso com certeza.

“Se existir algum objeto grande o suficiente para causar esse tipo de destruição em Setembro, nós já teríamos visto algo agora”, disse ele.

Outra coisa que Chodas e sua equipe sabem muito bem – essa não é a primeira vez e nem será a última que rumores são espalhados falando que algum objeto se chocará com a Terra. Isso algumas vezes parece até ser um dos temas favoritos na internet e atualmente nas redes sociais.

Em 2011 existiram rumores sobre o chamado cometa Elenin, que nunca ofereceu nenhum perigo de se chocar com a Terra e se partiu em muitos pedaços no espaço. O dia 21 de Dezembro de 2012, quem não lembra, seria o fim do mundo com o impacto de um asteroide gigantesco. E só nesses anos, os asteroides 2004 BL86 e o 2014 YB35 foram tidos como ameaças certas para o nosso planeta, mas suas passagens em Janeiro e Março, respectivamente não causaram nenhum incidente, como a NASA mesmo disse na época.

“Novamente, não existe nenhuma evidência de que um asteroide ou qualquer outro objeto celeste esteja na sua trajetória de impacto com a Terra”, disse Chodas. “De fato, não existe a menor chance de que um desses objetos atinja a Terra no próximo século”.

A NASA detecta, rastreia e caracteriza os asteroides e cometas que passam a 30 milhões de milhas da Terra, usando tanto telescópios espaciais, como telescópios na nossa superfície. O Near-Earth Object Observations Program, comumente chamado de Spaceguard, descobre esses objetos, caracteriza suas naturezas físicas e prevê suas trajetórias para determinar se alguns deles seriam potencialmente perigosos para o nosso planeta. Não se tem nenhum impacto ou ameaça até momento, somente a queda de minúsculos meteoroides, asteroides bem pequenos que na sua maioria queimam na atmosfera da Terra.

O JPL abriga o escritório do Near-Earth Object para a análise de órbitas para o Near Earth Object Observations Program da NASA do Science Mission Directorate em Washington. O JPL é uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia, em Pasadena.

Mais informações sobre os asteroides e os NEO (Near-Earth Objects), podem ser encontradas:

http://neo.jpl.nasa.gov

http://www.jpl.nasa.gov/asteroidwatch ,

e no Twitter, em: @asteroidwatch

Fonte:

http://www.jpl.nasa.gov/news/news.php?feature=4692

alma_modificado_rodape1051

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários